30ª edição da Rodada de Negócios da Moda Pernambucana marca retomada do Polo de Confecções do Estado

Além da adoção de protocolos de segurança, em virtude da pandemia de Covid-19, evento contará com plataforma B2B para que grupo de risco participe remotamente

Realizada há 15 anos pela Associação Comercial e Empresarial de Caruaru (Acic) e correalizada pelo Sebrae, a Rodada de Negócios da Moda Pernambucana (RNMP) chega à sua 30ª edição, de 14 a 16 de outubro, com o objetivo de contribuir com a retomada da economia, especialmente para o setor têxtil e de confecções, um dos mais afetados pela crise do novo coronavírus. O evento, que será sediado pelo Polo Caruaru, adotará os protocolos de segurança exigidos pelos órgãos sanitários e ocupará uma área de, aproximadamente, seis mil metros quadrados, o que favorecerá o distanciamento recomendado. A grande novidade da 30ª RNMP será a implantação da plataforma B2B.

O coordenador do evento, Wamberto Barbosa, ressalta que esta edição foi pensada para atender todas as medidas de segurança que minimizam os riscos de contaminação da Covid-19, além de incluir o público que não poderá participar presencialmente. “A Rodada irá marcar o novo momento que vivemos com o processo de retomada das atividades econômicas. Estão sendo tomadas diversas medidas de biossegurança de forma a prover maior proteção a todos os participantes do evento. Além do modelo presencial, será utilizada, pela primeira vez, a plataforma digital B2B, que permitirá aqueles que se encontram no grupo de risco da pandemia participarem de forma remota, tendo acesso a todo o conjunto de produtos ofertados pelas marcas expositoras”, afirma.

A plataforma funciona business-to-business, que é quando duas empresas fazem negócios como cliente e fornecedor. Através da nova ferramenta, a iniciativa busca aderir à tecnologia, atender a demanda do grupo de risco, incentivar as empresas a continuarem fazendo negócios após a Rodada e obter um controle de quanto o evento gera de movimentação financeira, durante o ano. Ainda de acordo com Wamberto Barbosa, a conexão que a Rodada de Negócios da Moda Pernambucana faz entre fornecedores e lojistas de todo o país será ainda mais significativa no cenário pandêmico. “É a retomada do Polo de Confecções de nosso Estado permitindo que, mais uma vez, os produtos pernambucanos estejam presentes nas principais redes e lojas de varejo do Brasil no fim do ano”.

Para o presidente da Acic, Luverson Ferreira, a realização da Rodada de Negócios reafirma o empenho da Associação para a retomada das atividades econômicas, seguindo os protocolos de biossegurança. “Temos atuado em diversas frentes, junto aos poderes públicos e à iniciativa privada, para que juntos possamos sair dessa situação tão difícil mais fortalecidos e com empresas mais competitivas também. É uma fase de adaptação para as empresas do Polo de Confecções que têm trabalhado com toda dedicação para que seus negócios superem essa crise. A tecnologia exerce um papel fundamental nesse processo e por isso estamos fazendo ela mais expressiva na Rodada”.

O mix da 30ª RNMP contará com 12 segmentos: surfwear, streetwear, praia, fitness, moda íntima, bebê, infantil, jeans, modas feminina e masculina, além de bolsas, calçados e acessórios. A RNMP tem o patrocínio do Governo do Estado, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper), do Banco do Nordeste e do Governo Federal. Além disso, conta com a parceria do Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções de Pernambuco (NTCPE), da Associação Comercial e Industrial de Toritama (Acit), da Associação Empresarial de Santa Cruz do Capibaribe (Ascap) e do Sindicado das Indústrias do Vestuário do Estado de Pernambuco (Sindivest/PE).

Comments