27 de fevereiro de 2021

Notícias

Prefeitura de Caruaru intensificará ações de fiscalização a partir de hoje (26)

A Prefeita Raquel Lyra se reuniu com o Comitê de Crise de Combate à covid-19, na manhã de ontem, quinta-feira (25), para traçar estratégias que serão colocadas em prática durante o período em que o decreto estadual estabelece a proibição de atividades econômicas, das 20h às 5h, na região. O encontro, realizado na Sala de Monitoramento da Prefeitura, contou com a presença das secretarias que estão diretamente ligadas ao enfrentamento da pandemia no município, trabalhando de forma integrada.

Ficou definido que, a partir de hoje (26), o Grupo de Fiscalização Integrada, intensificará as suas ações de combate à Covid-19 no município. O objetivo é verificar o cumprimento do novo decreto estadual em estabelecimentos comerciais e em todas as demais categorias que foram autorizadas a funcionar na cidade. No período noturno e no final de semana, as fiscalizações continuarão sendo realizadas em bares e restaurantes.

De acordo com a Prefeita Raquel Lyra, os esforços devem ser compartilhados para que os resultados sejam efetivos. “Seguiremos trabalhando, reforçando ainda mais as ações no enfrentamento da pandemia em nossa cidade. Nossas equipes estarão nas ruas fiscalizando e realizando ações educativas. O momento é delicado e é preciso o apoio de todos para que as medidas sejam cumpridas”, destacou a prefeita, durante a reunião.

No período compreendido entre 26 de fevereiro e 10 de março de 2021, estão vedadas as atividades econômicas e sociais. De segunda a sexta-feira, das 20h até as 5h, e, aos sábados e domingos, das 17h até as 5h. O planejamento das ações envolve as secretarias de Ordem Pública, da Fazenda e de Serviços Públicos, bem como a Guarda Municipal, Procon, Ouvidoria, Vigilância Sanitária e a Autarquia de Urbanização e Meio Ambiente de Caruaru, além de entidades parceiras, como Polícia Militar, Bombeiro Militar, Bombeiro Civil e Disque-denúncia.

“Os estabelecimentos comerciais devem funcionar em conformidade com as regras de uso obrigatório de máscaras, higiene e distanciamento mínimo entre as pessoas. Os locais devem informar, por meio de folheto, na entrada da loja, a quantidade máxima de pessoas. Em caso de descumprimento das medidas, os estabelecimentos estarão sujeitos à suspensão do alvará, aplicação de multa e, em último caso, de condução à delegacia de polícia, em função do enfrentamento à Covid-19”, comentou o secretário de Ordem Pública, coronel Patrício Filho.

REFORÇO – Para reforçar a parceria com a Polícia Militar, nesta quinta-feira (25), foi realizada uma reunião no 4º BPM, sobre as ações de fiscalização e o apoio para a próxima segunda-feira (1º), na organização da Feira da Sulanca. “Vamos enfrentar mais um período de intensificação das fiscalizações. A Polícia Militar, o 4º PBM e o 1º Biesp estarão com as equipes integradas com a Prefeitura de Caruaru realizando esse trabalho nas áreas urbana e rural. Contamos com a ajuda da população. Sabemos que é um período curto, mas contamos com a colaboração de todos, para que os índices de contaminação voltem a reduzir”, disse o tenente-coronel Saraiva, do 4º Batalhão.

TRANSPORTE PÚBLICO – A Autarquia de Mobilidade, Trânsito e Transportes de Caruaru (AMTTC) está em diálogo permanente com as empresas sobre a manutenção da frota de veículos e o número de viagens realizadas no transporte público coletivo pela cidade, com o objetivo de suprir a necessidade da população. Caso alguém presencie alguma irregularidade, deve entrar em contato pelo (81) 3723-2838.

FEIRA DA SULANCA – Após reunião realizada com representantes da Feira da Sulanca, foi definido que o comércio no Parque 18 de Maio funcionará nas segundas-feiras, a partir das 5h, nos dias 1° e 8 de março. Ficou determinado ainda que não poderá ocorrer circulação de pessoas no Parque 18 de Maio, entre as 17h do domingo e as 5h da segunda-feira.

A população pode contribuir denunciando por meio do Disque-denúncia, pelo telefone 3719-4545 (das 7h às 19h, de segunda a sábado) ou pelo WhatsApp 98256-4545/98170-2525. Outro contato disponível é o da Ouvidoria, no número 156 (das 7h às 13h, de segunda a sexta) ou no WhatsApp 98384-5936. A denúncia pode ser feita também pelo 190 da Polícia Militar.

Diocese de Caruaru suspende missas e atividades com presença de fiéis

A Diocese de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, anunciou, na última quarta-feira (24), medidas para combater a disseminação da Covid-19 na região. O decreto é assinado pelo bispo diocesano, dom José Ruy Gonçalves Lopes.

Entre as restrições, as missas presenciais em todas as paróquias da diocese estão suspensas até o dia 10 de março.

As missas serão transmitidas pelos meios de comunicação, como rádio e redes sociais. O decreto da Igreja em Caruaru segue as recomendações de restrição emitidas pelo Governo do Estado, que suspende atividades não essenciais entre 20h e 5h durante a semana e 17h e 5h nos finais de semana.

A região de Caruaru tem ocupação de leitos de UTI dedicados à Covid-19 em torno dos 90%, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE). Esta semana, a rede hospitalar de Caruaru chegou a 100% de ocupação.

De acordo com o comunicado emitido, além das missas, não serão realizados com a presença de fiéis batismos, matrimônios e celebrações de crisma. Não estão liberadas reuniões de catequese, formações e de pastorais.

“A experiência com Deus neste tempo de conversão e o exercício de piedade e caridade façam crescer o testemunho da nossa fé e solidariedade fraterna, sobretudo com as famílias que sofrem com os seus entes queridos acometidos pela doença ou pela perda deles em decorrência desse grande mal”, escreveu dom José Ruy.

A Missa do Santo Crisma, celebrada na Quinta-Feira Santa, este ano em 1º de abril, não terá presença de fiéis, mas apenas com os padres e diáconos da diocese.

Com 45 paróquias, a Diocese de Caruaru abrange os seguintes municípios:

  • Agrestina
  • Altinho
  • Barra de Guabiraba
  • Bezerros
  • Bonito
  • Cachoeirinha
  • Camocim de São Félix
  • Caruaru
  • Chã Grande
  • Gravatá
  • Ibirajuba
  • Riacho das Almas
  • Sairé
  • Santa Cruz do Capibaribe
  • São Caitano
  • São Joaquim do Monte
  • Tacaimbó
  • Taquaritinga do Norte
  • Toritama

Pazuello alerta para contágio mais rápido, e porta-voz de estados prevê março como pior mês

Em pronunciamento ao lado de representantes de secretários estaduais e municipais de Saúde, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse na última quinta-feira (25) que o país vive “uma nova etapa da pandemia” de Covid-19, com aumento na contaminação que pode “surpreender gestores”.

Nesta quinta (25), completou-se um ano do diagnóstico do primeiro caso de Covid-19 no Brasil, um dia antes o país bateu a marca de 250 mil mortes pela doença.

Para Pazuello, esse aumento está ligado às novas variantes do coronavírus. “Hoje o vírus mutado nos dá três vezes mais contaminação e a velocidade com que isso acontece em pontos focais pode surpreender o gestor em termos de estrutura de apoio”, disse. “Vimos locais que no ano passado não estavam impactados nessa época do ano e estão impactados agora”, afirma.

Já para os representantes de secretários estaduais e municipais de Saúde, a medida também está ligada a uma queda na adesão da população a medidas como distanciamento.

“Precisamos ligar o alerta, porque vamos viver semanas muito difíceis, talvez as mais difíceis enfrentradas na pandemia”, afirmou Carlos Lula, presidente do Conass (conselho que representa secretários estaduais de Saúde). Para ele, o mês de março poderá ser o mais difícil já enfrentado devido ao alto número de estados com leitos ocupados.

“Nunca tivemos tantos estados com tanta dificuldade ao mesmo tempo, seja por novas cepas ou pelo cansaço da população”, afirmou Lula, citando que 15 estados já têm taxas de ocupação dos leitos acima de 90%.

Ainda no encontro, Pazuello citou três ações prioritárias para enfrentar a pandemia nessa etapa: atendimento imediato de casos em unidades básicas de saúde, aumento de leitos de UTI, inclusive com possibilidade de transferência de pacientes, e vacinação contra a Covid-19.

No entanto, Pazuello não mencionou medidas de prevenção simples, como usar máscara e evitar aglomerações. Coube aos representantes dos estados e municípios ressaltarem as medidas.

“Apenas criar leitos não adianta. Precisamos da ajuda da sociedade. A sociedade tem que entender que não é hora de fazer festa, de estar junto”, disse Lula.

“Orientamos secretários municipais a fortalecer medidas protetivas, conforme o fator epidemiológico local. A sociedade precisa entender que a fase que passamos agora é mais difícil do que no início da pandemia no Brasil. Pedimos que a população não abandone a obediência cega à ciência”, afirmou o presidente do Conasems, Wilames Bezerra.

Folha PE

Quipapá: Alvinho garante recursos para pavimentação

A liberação de recursos para a pavimentação da primeira etapa da estrada da Vila Cruzeiro, em Quipapá, foi acertada durante audiência do prefeito do município, Alvinho Porto (DEM), com o secretário estadual da Casa Civil, José Neto, hoje.

Acompanhado do deputado estadual Álvaro Porto (PTB), e da prefeita de Canhotinho, Sandra Paes (DEM), Alvinho comemorou o resultado da reunião lembrando que a obra é um pleito antigo da população de Quipapá, na Mata Sul, a 180 quilômetros do Recife. “A pavimentação da estrada da Vila Cruzeiro é um compromisso nosso e do deputado Álvaro Porto. É uma obra importante para o município e vamos trabalhar para que os serviços sejam iniciados ainda neste primeiro semestre”, adiantou.

A Vila Cruzeiro é um distrito localizado a cerca de 20 quilômetros do centro de Quipapá e conta com aproximadamente 5 mil habitantes, incluindo moradores de sítios das redondezas. “Esta é uma obra esperada há muito muitos anos pelos moradores. Estamos trabalhando para que esta e outras ações sejam viabilizadas”.

Blog do Magno

Sebastião Oliveira destaca a importância do Aeroporto de ST no combate à Covid-19

Além da sua importância para o desenvolvimento do Sertão pernambucano, o Aeroporto de Serra Talhada, em tempos de pandemia, tem tido papel fundamental na logística da distribuição da vacina contra a Covid-19 em Pernambuco. Na quarta-feira (24), a aeronave da Azul desembarcou com um lote de 10.030 doses de vacina.

Um dos principais responsáveis pela obra de requalificação do equipamento, o deputado federal Sebastião Oliveira, lembra das críticas improdutivas que recebeu quando, à época que comandava a Secretaria de Transportes de Pernambuco, resolveu colocar o projeto embaixo do braço na busca de transformar em realidade o sonho de conectar o Sertão do Pajéu com o mundo por meio da aviação comercial.

“Diziam que se travava de uma obra eleitoreira, mas o tempo mostrou que a nossa decisão foi acertada. No papel de gestor e médico fico feliz em saber que o nosso esforço tem contribuído para salvar vidas. Cada vez mais estou convicto de que a nossa missão está no caminho certo e muito ainda precisa ser feito”, destacou Sebastião Oliveira.

Em três dias, salta a ocupação das UTIs privadas para a Covid-19 em Pernambuco

Paciente internado com Covid-19 recebe cuidados de enfermeira - Foto: Silvio Almeida/AFP

Em três dias, a ocupação dos leitos em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) exclusivos para a Covid-19 na rede privada de Pernambuco deu um salto de 14%.

Na última segunda-feira (22), 70% das 270 vagas estavam preenchidas, o equivalente a 189 pacientes internados. Nesta quinta (25), a ocupação é de 84%, em torno de 227 hospitalizados. Isso representa um acréscimo de mais de 35 internações em terapia intensiva no período.

Os leitos de enfermaria somam 156 e, no momento, a ocupação é de 38%.

Na rede pública de saúde de Pernambuco, a ocupação atual das UTIs é de 89%, com 998 vagas totais. As enfermarias (937) têm 73% de ocupação.

Interior

Algumas regiões do Estado apresentam situação mais delicada. Em parte da Zona da Mata Norte, do Agreste e do Sertão do Araripe, houve uma saturação da rede.

Na II Gerência Regional de Saúde, com sede em Limoeiro, no Agreste, houve um aumento de 100% no registro de casos graves nos últimos 15 dias, com todos os 20 leitos de UTI da região ocupados.

A IV Geres, que tem sede em Caruaru, também no Agreste, apresentou aumento nos casos graves, com 99% de ocupação nas UTIs (108 leitos no total).

No Sertão do Araripe (IX Geres), a ocupação chegou a 98% nesta semana.

“Observamos, ao longo da última semana, uma maior pressão sobre a rede de saúde, chegando, em alguns momento do dia, à marca de 90% de ocupação. Diante disto, o Comitê de Enfrentamento (à Covid-19) está avaliando a adoção de novas medidas restritivas nos próximos dias”, avisou o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, em entrevista concedida na tarde desta quinta-feira (25).

Ele disse ainda que o Governo de Pernambuco abrirá processo licitatório para contratação de leitos de UTI e enfermaria dedicados à Covid-19 na rede privada. A contratação será por um período de 90 dias, podendo ser prorrogada a depender da necessidade.

A expectativa da SES-PE é contratar, em todo o Estado, 300 leitos de enfermaria, 150 leitos de UTI para adultos, além de 40 leitos de terapia intensiva pediátrica e neonatal.

Longo também informou que há uma perspectiva de abertura de novos leitos de UTI no Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa, em parceria com a Prefeitura do Recife, e no Hospital Memorial Guararapes, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife.

Folha PE

Com avanço da Covid-19, Pernambuco suspende cirurgias eletivas em 63 municípios

O secretário de Saúde, André Longo, pede compromisso da população (Foto: Hélia Shepa/SEI)

O governo de Pernambuco anunciou, nesta quinta-feira (25), a suspensão da realização de cirurgias eletivas, em todos os 63 municípios do interior do estado que serão alvo de restrições, em razão do avanço da Covid-19. A decisão passa a valer nesta segunda-feira (1º) e segue até o dia 12 de março, abrangendo todas as unidades de saúde, nas redes pública e privada. O objetivo, segundo o órgão, é a liberação de mais leitos, ampliando a capacidade de atendimento a pacientes. Nesta perspectiva, 490 novas vagas devem ser abertas na rede particular, incluindo também o Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa, no Recife; e o Hospital Memorial Jaboatão, no município de Jaboatão dos Guararapes.

“São medidas importantes e que têm impacto direto na assistência. A vacina é o caminho para superarmos a pandemia. Mas a projeção é de que ela só comece a impactar, verdadeiramente, na redução da transmissão e no número de doentes, bem mais à frente. Portanto, é uma ilusão qualquer sensação de proteção comunitária”, explicou o secretário de Saúde, André Longo, lembrando a necessidade da manutenção de todas as medidas de distanciamento social. “As recomendações continuam as mesmas, precisam ser respeitadas e adotadas por todos para que possamos continuar o nosso trabalho e salvar mais vidas”, destacou.

O secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, reforçou que, a partir já desta sexta-feira (26), os 63 municípios, que compreendem os eixos das regiões de Limoeiro, Caruaru, Ouricuri e Araripina, estarão com atividades econômicas e sociais proibidas, entre 20h e 5h, nos dias úteis, e encerrando às 17h aos fins de semana. Seguem vetados os eventos sociais, valendo para todo o estado, além do retorno das aulas nas escolas municipais, com volta prevista para o dia 12 de março. “Estamos contando com o engajamento de todos os municípios nesta luta. Ao mesmo tempo, queremos chamar a atenção da população, sobretudo dos jovens. Vamos tomar medidas concretas contra qualquer tipo de abuso”, disse, lembrando o respeito as limitações também nas igrejas, e manifestações religiosas de todos os segmentos.

Para garantir o cumprimento do conjunto de ações, de acordo com a Secretaria de Defesa Social (SDS), será disponibilizado um efetivo com cerca de 1.700 agentes de segurança, entre policiais civis, militares e bombeiros. Conforme o órgão, aqueles que infringirem as determinações sanitárias poderão ser conduzidos para as delegacias. A promessa também é de aumento no monitoramento de pontos conhecidos por registrar grande movimentação, com destaque para o turno da noite e os fins de semana. “Nos visamos diminuir o fluxo de pessoas transitando nas ruas, bem como fazendo uso de restaurantes, bares e demais serviços não essenciais. Nosso objetivo é de fazer a fiscalização junto com o poder público municipal de cada um destes locais”, disse o secretário Antônio de Pádua.

Novos leitos

De acordo com o secretário, André Longo, o estado vai abrir chamamento público para contratação de leitos de UTI e enfermaria dedicados à Covid-19 na rede privada. O edital deve ser publicado, nos próximos dias, no Diário Oficial, com a contratação por 90 dias, podendo ser prorrogada a depender da necessidade. Segundo a pasta, a expectativa é contratar, ao todo, 300 leitos de enfermaria, 150 leitos de UTI para adultos, além de 40 leitos de terapia intensiva pediátricos e neonatais.
Diario de Pernambuco

Pazuello espera vacinar 170 milhões de brasileiros até o fim deste ano

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse hoje (25) que espera imunizar até junho 50% da população vacinável do país, atingindo 100% até o final do ano. Pelos cálculos do ministro, isso totalizaria cerca de 170 milhões de brasileiros. Segundo Pazuello, a conta exclui as pessoas que estão na faixa etária até 18 anos, mulheres grávidas, portadores de comorbidades graves e pessoas imunodeprimidas. “Tem pessoas que ainda não podem ser vacinadas.”

Pazuello informou que, desde o início da campanha de vacinação até o momento – em torno de 35 dias –, foram distribuídos entre 13 milhões e 14 milhões de doses de vacina. “É uma vitória do nosso país, com produção própria, em alguns casos; com importação, em outros; e com a capacidade logística de distribuir isso para os estados e para 5.570 municípios de forma simultânea.”

De acordo com o ministro, não existe nenhuma ação que não esteja sendo feita para garantir a vacinação. Pazuello destacou que foram contratadas todas as vacinas “possíveis de ser contratadas. Falo do cronograma com contratos assinados e entregues”. Quem não cumprir os contratos sofrerá medidas cabíveis, advertiu.

Pazuello ressaltou a responsabilidade de cada um no Sistema Único de Saúde (SUS) neste momento da pandemia. “Não podemos deixar de fazer nada”. Ele afirmou que, na ponta da linha, os secretários estaduais e municipais de Saúde e os diretores de hospitais têm que fazer de tudo para aumentar a capacidade de atendimento, de pronto atendimento “e de salvar vidas”.

O ministro prometeu apoio aos secretários, “com tudo que for necessário”, e se disse convicto de que não deixou nada, nem ninguém para trás.

Cepas

Pazuello admitiu que diversas cepas do coronavírus já estão no Brasil e destacou que o modo como se desenvolvem em cada cidade e região depende de fatores climáticos, sociais, de saneamento e de cultura.

Segundo o ministro, em Manaus, as medidas implementadas reduziram o número de pacientes infectados, inclusive em unidades de terapia intensiva (UTIs). “Hoje, a informação é que não haveria mais fila em Manaus. É uma grande notícia e isso mostra resultados de um grande trabalho.”

Ele informou, porém, que o número de casos aumentou no oeste do Pará, em Belém, nas capitais do Ceará e da Paraíba, em Goiás, na cidade catarinense de Chapecó e no Rio Grande do Sul, com pontos focais subindo. “Na nossa visão, estamos enfrentando uma nova etapa da pandemia. Ela tem esse vírus mutável que nos dá três vezes mais contaminação. E a velocidade com que isso acontece em pontos focais pode surpreender o gestor em termos de estrutura de apoio. Essa é a realidade que nós vivemos hoje no Brasil.”

O ministro disse que a nova realidade não está centrada apenas no Norte e Nordeste do país, como ocorreu em 2020 e que há outros locais impactados agora. Por isso, destacou a necessidade de o país estar alerta e preparado para combater o vírus.

Com esse objetivo, Pazuello citou três grandes ações. A primeira é o atendimento imediato nas unidades básicas de saúde. A segunda envolve a estruturação da capacidade em leitos para atendimento, incluindo desde recursos humanos e equipamentos até o uso de leitos remoto, ou seja, remoções. E a terceira é a vacinação. “Com essas três grandes estratégias, nós vamos enfrentar a pandemia nessa nova etapa”, afirmou.

Vereador de Salvador, Irmão Lázaro é intubado com Covid-19 e transferido para UTI

Diagnosticado com Covid-19, o cantor evangélico e vereador de Salvador Irmão Lázaro precisou ser intubado na manhã desta quinta-feira (25). Ele estava internado desde segunda-feira (22) em hospital de Feira de Santana, mas apresentou uma piora e teve que ser transferido para a UTI.

O cantor começou a sentir os sintomas da Covid-19 há 10 dias, mas o resultado positivo saiu apenas no final de semana. Ele será transferido ainda nesta quinta para o Hospital Aliança, em Salvador, para dar continuidade ao tratamento.

Em nota, a assessoria confirmou o quadro de saúde do artista, e solicitou que os amigos e admiradores de seu trabalho orem por ele.

No comunicado, a equipe agradeceu ainda todo o apoio e carinho oferecido ao cantor evangélico.

“Esclarecimento quadro Clínico Irmão Lázaro.

Queremos por meio desta nota informar aos amigos e admiradores que Irmão Lázaro foi transferido para UTI na manhã desta quinta-feira (25) precisando ser entubado no final da manhã, devido a complicações causadas pela Covid.
Diante do exposto, sua família e amigos reforça o pedido de orações, enquanto crê e espera que, com a permissão de Deus, sua saúde será restaurada.
Agradecemos, por fim, todo o apoio, preces e carinho recebidos até aqui.

‘O que Deus tem pra ti é bem maior’”

Da redação do Portal com informações do Pleno.News

Seca atinge todo Estado de Pernambuco; dados são da Agência Nacional de Águas

Nos últimos meses choveu abaixo da média em todo estado de Pernambuco. No mês de janeiro subiu o número de áreas com seca. A Agência Nacional de Águas (ANA) informou que houve crescimento acima do normal de temperaturas nos últimos três meses.

Com o aumento das temperaturas, Pernambuco agora registra novas áreas de seca em algumas regiões do Estado. No final do ano passado e os primeiros dias deste ano, a área de seca fraca e moderada atingiu 100% do Estado. Esta é a primeira vez que Pernambuco registra 100% de sua área como ‘seca’.

Antes, Pernambuco tinha 9,13% de sua área seca, hoje o mesmo seguimento subiu para 36% o território.