27 de fevereiro de 2021

Pernambuco

Sebastião Oliveira destaca a importância do Aeroporto de ST no combate à Covid-19

Além da sua importância para o desenvolvimento do Sertão pernambucano, o Aeroporto de Serra Talhada, em tempos de pandemia, tem tido papel fundamental na logística da distribuição da vacina contra a Covid-19 em Pernambuco. Na quarta-feira (24), a aeronave da Azul desembarcou com um lote de 10.030 doses de vacina.

Um dos principais responsáveis pela obra de requalificação do equipamento, o deputado federal Sebastião Oliveira, lembra das críticas improdutivas que recebeu quando, à época que comandava a Secretaria de Transportes de Pernambuco, resolveu colocar o projeto embaixo do braço na busca de transformar em realidade o sonho de conectar o Sertão do Pajéu com o mundo por meio da aviação comercial.

“Diziam que se travava de uma obra eleitoreira, mas o tempo mostrou que a nossa decisão foi acertada. No papel de gestor e médico fico feliz em saber que o nosso esforço tem contribuído para salvar vidas. Cada vez mais estou convicto de que a nossa missão está no caminho certo e muito ainda precisa ser feito”, destacou Sebastião Oliveira.

Em três dias, salta a ocupação das UTIs privadas para a Covid-19 em Pernambuco

Paciente internado com Covid-19 recebe cuidados de enfermeira - Foto: Silvio Almeida/AFP

Em três dias, a ocupação dos leitos em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) exclusivos para a Covid-19 na rede privada de Pernambuco deu um salto de 14%.

Na última segunda-feira (22), 70% das 270 vagas estavam preenchidas, o equivalente a 189 pacientes internados. Nesta quinta (25), a ocupação é de 84%, em torno de 227 hospitalizados. Isso representa um acréscimo de mais de 35 internações em terapia intensiva no período.

Os leitos de enfermaria somam 156 e, no momento, a ocupação é de 38%.

Na rede pública de saúde de Pernambuco, a ocupação atual das UTIs é de 89%, com 998 vagas totais. As enfermarias (937) têm 73% de ocupação.

Interior

Algumas regiões do Estado apresentam situação mais delicada. Em parte da Zona da Mata Norte, do Agreste e do Sertão do Araripe, houve uma saturação da rede.

Na II Gerência Regional de Saúde, com sede em Limoeiro, no Agreste, houve um aumento de 100% no registro de casos graves nos últimos 15 dias, com todos os 20 leitos de UTI da região ocupados.

A IV Geres, que tem sede em Caruaru, também no Agreste, apresentou aumento nos casos graves, com 99% de ocupação nas UTIs (108 leitos no total).

No Sertão do Araripe (IX Geres), a ocupação chegou a 98% nesta semana.

“Observamos, ao longo da última semana, uma maior pressão sobre a rede de saúde, chegando, em alguns momento do dia, à marca de 90% de ocupação. Diante disto, o Comitê de Enfrentamento (à Covid-19) está avaliando a adoção de novas medidas restritivas nos próximos dias”, avisou o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, em entrevista concedida na tarde desta quinta-feira (25).

Ele disse ainda que o Governo de Pernambuco abrirá processo licitatório para contratação de leitos de UTI e enfermaria dedicados à Covid-19 na rede privada. A contratação será por um período de 90 dias, podendo ser prorrogada a depender da necessidade.

A expectativa da SES-PE é contratar, em todo o Estado, 300 leitos de enfermaria, 150 leitos de UTI para adultos, além de 40 leitos de terapia intensiva pediátrica e neonatal.

Longo também informou que há uma perspectiva de abertura de novos leitos de UTI no Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa, em parceria com a Prefeitura do Recife, e no Hospital Memorial Guararapes, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife.

Folha PE

Com avanço da Covid-19, Pernambuco suspende cirurgias eletivas em 63 municípios

O secretário de Saúde, André Longo, pede compromisso da população (Foto: Hélia Shepa/SEI)

O governo de Pernambuco anunciou, nesta quinta-feira (25), a suspensão da realização de cirurgias eletivas, em todos os 63 municípios do interior do estado que serão alvo de restrições, em razão do avanço da Covid-19. A decisão passa a valer nesta segunda-feira (1º) e segue até o dia 12 de março, abrangendo todas as unidades de saúde, nas redes pública e privada. O objetivo, segundo o órgão, é a liberação de mais leitos, ampliando a capacidade de atendimento a pacientes. Nesta perspectiva, 490 novas vagas devem ser abertas na rede particular, incluindo também o Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa, no Recife; e o Hospital Memorial Jaboatão, no município de Jaboatão dos Guararapes.

“São medidas importantes e que têm impacto direto na assistência. A vacina é o caminho para superarmos a pandemia. Mas a projeção é de que ela só comece a impactar, verdadeiramente, na redução da transmissão e no número de doentes, bem mais à frente. Portanto, é uma ilusão qualquer sensação de proteção comunitária”, explicou o secretário de Saúde, André Longo, lembrando a necessidade da manutenção de todas as medidas de distanciamento social. “As recomendações continuam as mesmas, precisam ser respeitadas e adotadas por todos para que possamos continuar o nosso trabalho e salvar mais vidas”, destacou.

O secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, reforçou que, a partir já desta sexta-feira (26), os 63 municípios, que compreendem os eixos das regiões de Limoeiro, Caruaru, Ouricuri e Araripina, estarão com atividades econômicas e sociais proibidas, entre 20h e 5h, nos dias úteis, e encerrando às 17h aos fins de semana. Seguem vetados os eventos sociais, valendo para todo o estado, além do retorno das aulas nas escolas municipais, com volta prevista para o dia 12 de março. “Estamos contando com o engajamento de todos os municípios nesta luta. Ao mesmo tempo, queremos chamar a atenção da população, sobretudo dos jovens. Vamos tomar medidas concretas contra qualquer tipo de abuso”, disse, lembrando o respeito as limitações também nas igrejas, e manifestações religiosas de todos os segmentos.

Para garantir o cumprimento do conjunto de ações, de acordo com a Secretaria de Defesa Social (SDS), será disponibilizado um efetivo com cerca de 1.700 agentes de segurança, entre policiais civis, militares e bombeiros. Conforme o órgão, aqueles que infringirem as determinações sanitárias poderão ser conduzidos para as delegacias. A promessa também é de aumento no monitoramento de pontos conhecidos por registrar grande movimentação, com destaque para o turno da noite e os fins de semana. “Nos visamos diminuir o fluxo de pessoas transitando nas ruas, bem como fazendo uso de restaurantes, bares e demais serviços não essenciais. Nosso objetivo é de fazer a fiscalização junto com o poder público municipal de cada um destes locais”, disse o secretário Antônio de Pádua.

Novos leitos

De acordo com o secretário, André Longo, o estado vai abrir chamamento público para contratação de leitos de UTI e enfermaria dedicados à Covid-19 na rede privada. O edital deve ser publicado, nos próximos dias, no Diário Oficial, com a contratação por 90 dias, podendo ser prorrogada a depender da necessidade. Segundo a pasta, a expectativa é contratar, ao todo, 300 leitos de enfermaria, 150 leitos de UTI para adultos, além de 40 leitos de terapia intensiva pediátricos e neonatais.
Diario de Pernambuco

Seca atinge todo Estado de Pernambuco; dados são da Agência Nacional de Águas

Nos últimos meses choveu abaixo da média em todo estado de Pernambuco. No mês de janeiro subiu o número de áreas com seca. A Agência Nacional de Águas (ANA) informou que houve crescimento acima do normal de temperaturas nos últimos três meses.

Com o aumento das temperaturas, Pernambuco agora registra novas áreas de seca em algumas regiões do Estado. No final do ano passado e os primeiros dias deste ano, a área de seca fraca e moderada atingiu 100% do Estado. Esta é a primeira vez que Pernambuco registra 100% de sua área como ‘seca’.

Antes, Pernambuco tinha 9,13% de sua área seca, hoje o mesmo seguimento subiu para 36% o território.

PE recebe mais 82 mil doses de vacina contra Covid

Pernambuco recebeu cerca de 82 mil doses da vacina Oxford/Astrazeneca contra Covid-19 hoje, segundo o governo do estado. O carregamento chegou por volta das 9h no Aeroporto Internacional dos Guararapes/Gilberto Freyre, na Zona Sul da capital pernambucana.

As novas doses fazem parte do lote de 2 milhões de vacinas Oxford/Astrazeneca, recebido no Rio de Janeiro na manhã de ontem.

O imunizante saiu da Índia, aterrissou em Guarulhos, em São Paulo, e seguiu para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), na capital carioca, onde foi rotulado e conferido, segundo o Ministério da Saúde. Na madrugada desta quarta, as doses foram distribuídas aos estados, que ficam responsáveis por encaminhar aos municípios.

Segundo informações que constam em documentos obtidos pela reportagem da TV Globo, o Ministério da Saúde previu enviar a Pernambuco 82 mil doses do imunizante de Oxford/Astrazeneca e outras 48 mil de Coronavac.

A Secretaria Estadual de Saúde informou estava contabilizando quantas doses chegaram de fato para poder divulgar o número exato de imunizantes recebidos.

Veja serviços essenciais que poderão funcionar durante restrição de atividades em 63 cidades

Desinfecção do Parque 18 de maio, em Caruaru - Foto: Divulgação/Prefeitura de Caruaru

m decreto publicado no Diário Oficial desta quarta-feira (24), o Governo de Pernambuco listou estabelecimentos e serviços autorizados a funcionar em 63 cidades do Estado enquanto durar a restrição de atividades econômicas e sociais para tentar frear o avanço da Covid-19[veja a lista de municípios no final do texto]

A medida começa a valer na sexta-feira (26) em municípios ligados às Gerências Regionais de Saúde (Geres) com sedes em Limoeiro, Caruaru e Ouricuri.

Até 10 de março, apenas serviços essenciais poderão funcionar entre 20h e 5h do dia seguinte de segunda a sexta-feira e das 17h às 5h do dia seguinte aos sábados, domingos e feriados.

O decreto considera como essenciais serviços como farmácias, postos de gasolina, clínicas, hospitais, hotéis e pousadas e imprensa.

Para tomar a decisão de restrições, o Governo do Estado levou em consideração o cenário epidemiológico nas cidades. A taxa de ocupação dos leitos de UTI dedicados à Covid-19 estão acima dos 90%. Em Caruaru, a rede hospitalar beirou o colapso e chegou a atingir 100%.

Veja a lista completa de serviços permitidos, definida pelo Decreto Estadual nº 50.308, de 23 de fevereiro de 2021:

I – serviços públicos municipais, estaduais e federais, inclusive os outorgados ou delegados, nos âmbitos dos Poderes
Executivo, Legislativo e Judiciário, dos Ministérios Públicos e dos Tribunais de Contas;
II – farmácias e estabelecimentos de venda de produtos médico-hospitalares;
III – postos de gasolina;
IV – serviços essenciais à saúde, como médicos, clínicas, hospitais, laboratórios e demais estabelecimentos relacionados à
prestação de serviços na área de saúde, observados os termos de portaria ou outras normas regulamentares editadas pelo Secretário Estadual de Saúde;
V – serviços de abastecimento de água, gás e demais combustíveis, saneamento, coleta de lixo, energia, telecomunicações e internet;
VI – clínicas e os hospitais veterinários e assistência a animais;
VII – serviços funerários;
VIII – hotéis e pousadas, incluídos os restaurantes e afins, localizados em suas dependências, com atendimento restrito aos hóspedes;
IX – serviços de manutenção predial e prevenção de incêndio;
X – serviços de transporte, armazenamento de mercadorias e centrais de distribuição, para assegurar a regular atividade dos
estabelecimentos cujo funcionamento não esteja suspenso;
XI – estabelecimentos industriais e logísticos, bem como os serviços de transporte, armazenamento e distribuição de seus
insumos, equipamentos e produtos;
XII – oficinas de manutenção e conserto de máquinas e equipamentos para indústrias e atividades essenciais previstas neste
Decreto, veículos leves e pesados e, em relação a estes, a comercialização e serviços associados de peças e pneumáticos;
XIII – restaurantes, lanchonetes e similares, por meio de entrega a domicílio e para atendimento presencial exclusivo a
caminhoneiros, sem aglomeração;
XIV – serviços de auxílio, cuidado e atenção a idosos, pessoas com defi ciência e/ou difi culdade de locomoção e do grupo de risco, realizados em domicílio ou em instituições destinadas a esse fi m;
XV – serviços de segurança, limpeza, vigilância, portaria e zeladoria em estabelecimentos públicos e privados, condomínios, entidades associativas e similares;
XVI – imprensa;
XVII – serviços de assistência social e atendimento à população em estado de vulnerabilidade;
XVIII – transporte coletivo de passageiros, devendo observar normas complementares editadas pela autoridade que
regulamenta o setor;
XIX – supermercados, padarias, mercados, lojas de conveniência e demais estabelecimentos voltados ao abastecimento
alimentar da população

Cidades com atividades não essenciais restritas:

II Geres – Limoeiro, no Agreste
Municípios (20): Bom Jardim, Buenos Aires, Carpina, Casinhas, Cumaru, Feira Nova, João Alfredo, Lagoa de Itaenga, Lagoa do Carro, Limoeiro, Machados, Nazaré da Mata, Orobó, Passira, Paudalho, Salgadinho, Surubim, Tracunhaém, Vertente do Lério, Vicência.

IV Geres – Caruaru, no Agreste
Municípios (32): Agrestina, Alagoinha, Altinho, Barra de Guabiraba, Belo Jardim , Bezerros, Bonito, Brejo da Madre de Deus, Cachoeirinha, Camocim de São Felix, Caruaru, Cupira, Frei Miguelinho, Gravatá, Ibirajuba, Jataúba, Jurema, Panelas, Pesqueira, Poção, Riacho das Almas, Sairé, Sanharó, Santa Cruz do Capibaribe, Santa Maria do Cambucá, São Bento do Uma, São Caetano, São Joaquim do Monte, Tacaimbó, Taquaritinga do Norte, Toritama, Vertentes.adjh

IX Geres – Ouricuri, no Sertão
Municípios (11): Araripina, Bodocó, Exu, Granito, Ipubi, Moreilândia, Ouricuri, Parnamirim, Santa Cruz, Santa Filomena, Trindade.

Folha PE

Governo de PE proíbe atividades econômicas entre 20h e 5h em Caruaru e mais 62 cidades por causa da Covid

Pernambuco determinou, nesta terça (23), a proibição de atividades econômicas, das 20h às 5h, em 63 cidades das regiões de Limoeiro e Caruaru, no Agreste, e de Ouricuri, no Sertão. Essa medida, tomada por causa do agravamento da pandemia da Covid-19, vai vigorar entre a sexta (26) e o dia 10 de março.

As novas medidas foram anunciadas pelo governador Paulo Câmara (PSB), em transmissão pela internet. A decisão foi tomada, segundo o estado, por causa da lotação das unidades de saúde, que chegaram, nas três regiões, a ter mais de 90% dos leitos ocupados.

De acordo com o governo, ficarão fechados, no período determinado, shoppings, bares, restaurantes, comércio de forma geral e academias. Estarão liberados os serviços essenciais, como supermercados, padarias, postos de gasolina e farmácias

Além da proibição das atividades econômicas, o governo prorrogou a proibição de eventos por mais 15 dias, valendo para todo o estado. Ainda segundo o governo, as aulas presenciais ficarão suspensas até o dia 12 de março, nas escolas públicas municipais em Pernambuco.

Com a determinação, a suspensão das atividades econômicas nas regiões definidas será ainda mais rigorosa nos próximos dois fins de semana. As restrições entrarão em vigor entre 17h e 5h, “quando apenas serviços essenciais poderão continuar funcionando”.

“A nova aceleração da doença tem superlotado os sistemas de saúde e vem repetindo o mesmo caminho de 2020, começando pelos estados do Norte e, agora, chegando com força ao Nordeste”, afirmou Paulo Câmara, durante o pronunciamento.

No vídeo, o gestor estadual afirmou, ainda, que o monitoramento dos casos da Covid-19 está sendo feito diariamente.

Segundo ele, caso o índice de ocupação de leitos de UTI permaneça subindo, será preciso “tomar medidas ainda mais duras nos próximos dias”.

“Durante esses 11 meses de luta contra os vírus, fizemos a segunda maior rede de UTI do país com leitos no Recife e em mais 15 cidades, do litoral ao Sertão. Mesmo assim, a situação atual mostra uma combinação perigosa e números crescentes da pandemia”, declarou.

Regiões atingidas pelas medidas

II GERES (20 cidades)

  • Bom Jardim
  • Buenos Aires
  • Carpina
  • Casinhas
  • Cumaru
  • Feira Nova
  • João Alfredo
  • Lagoa de Itaenga
  • Lagoa do Carro
  • Limoeiro
  • Machados
  • Nazaré da Mata
  • Orobó
  • Passira
  • Paudalho
  • Salgadinho
  • Surubim
  • Tracunhaém
  • Vertente do Lério
  • Vicência

IV GERES (32 acidades)

  • Agrestina
  • Alagoinha
  • Altinho
  • Barra de Guabiraba
  • Belo Jardim
  • Bezerros
  • Bonito
  • Brejo da Madre de Deus
  • Cachoeirinha
  • Camocim de São Felix
  • Caruaru
  • Cupira
  • Frei Miguelinho
  • Gravatá
  • Ibirajuba
  • Jataúba
  • Jurema
  • Panelas
  • Pesqueira
  • Poção
  • Riacho das Almas
  • Sairé
  • Sanharó
  • Santa Cruz do Capibaribe
  • Santa Maria do Cambucá
  • São Bento do Uma
  • São Caetano
  • São Joaquim do Monte
  • Tacaimbó
  • Taquaritinga do Norte
  • Toritama
  • Vertentes

IX GERES (11 cidades)

  • Araripina
  • Bodocó
  • Exu
  • Granito
  • Ipubi
  • Moreilândia
  • Ouricuri
  • Parnamirim
  • Santa Cruz
  • Santa Filomena
  • Trindade

Zona da Mata

Na segunda (22), três cidades da Zona da Mata Norte de Pernambuco publicaram decretos para controlar a circulação de pessoas e evitar a disseminação do novo coronavírus.

As prefeituras de Carpina, Tracunhaém e Buenos Aires proibiram aulas nas escolas, restringiram o funcionamento de bares e restaurantes e limitaram o número de fiéis em igrejas (veja vídeo acima).

Covid-19 em Pernambuco

Nesta terça, Pernambuco contabilizou mais 1.724 casos da Covid-19 e 24 mortes de pessoas com a doença. Com isso, foram registrados, desde março de 2020, um total de 292.913 infectados e 10.887 óbitos de pessoas com o novo coronavírus.

Covid-19: ocupação das UTIs públicas em Pernambuco se aproxima dos 90%

Hospital de Referência à Covid-19 Unidade Boa Viagem - Foto: Aluísio Moreira/SEI

A ocupação dos leitos das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) da Rede Pública de Saúde Pernambuco atingiu, nesta segunda-feira (22), 88%. O patamar próximo a 90% preocupa, sobretudo diante do cenário atual da pandemia no Brasil.

No total, a rede conta com 996 vagas de UTI distribuídas em todo o Estado, mas a maioria concentrada na primeira macrorregião de Saúde, que abriga a Região Metropolitana do Recife (RMR) e partes das zonas da Mata Norte e Sul, por reunir o maior número de habitantes.

As enfermarias também apresentam ocupação significativa se comparada a números anteriores no Estado. Dos 932 leitos, 74% estão preenchidos.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE), a rede privada no Estado conta com 420 leitos dedicados ao tratamento da Covid-19. No momento, a ocupação nas UTIs é de 70% e nas enfermarias, de 39%. Não foi detalhado, porém, o número de vagas de terapia intensiva e de enfermaria.

A reportagem questionou a pasta estadual sobre a previsão de abertura de novos leitos hospitalares para atender pacientes com quadros suspeitos ou confirmados da Covid-19, incluindo um hospital de campanha na área central do Recife que estaria com processo licitatório em andamento.

Em nota, a SES-PE respondeu que “o Governo de Pernambuco monitora permanentemente a evolução da doença e salienta que o planejamento de abertura de novas vagas e as medidas para conter o vírus são sempre proporcionais ao momento epidemiológico”.

Desde o final de 2020, a ocupação de leitos no Estado apresenta alta. Em 10 de dezembro, também foi registado 88% de ocupação nas UTIs públicas. Na época, eram 839 vagas, ou seja, cerca de 738 internados em terapia intensiva.

Com a abertura de novos leitos, esse índice baixou, variando, na maioria dos dias, entre 80% e 85% de ocupação. Não por melhora no cenário, mas pelo número maior de vagas. Hoje, no entanto, os 88% de ocupação são em cima de 996 vagas – cerca de 877 internados em UTIs.

“Desde o fim do ano passado, estamos com taxas de ocupação maiores do que em outros momentos da pandemia. Mas o risco agora é que não tem mais tantos leitos para abrir. Tem a expectativa de um hospital de campanha nos Coelhos (bairro dos Coelhos, no Recife), mas não sei se a gente dá conta, se observarmos o crescimento que está acontecendo no Sul e Norte do País e também em algumas cidades do interior de São Paulo”, destaca o médico infectologista Bruno Ishigami.

“Uma ocupação de 88% diante da variante nova (a P1, provavelmente oriunda de mutação no Amazonas, com característica de maior transmissibiliadde) e da piora vista ao redor do País significa um risco de colapso no sistema de saúde nas próximas semanas”, completa.

Se, durante a primeira onda de casos da Covid-19 no País, Pernambuco e o Recife tiveram atuação pioneira na implantação de medidas restritivas mais rígidas para evitar a disseminação do vírus, agora chama atenção a ausência delas.

Somente no Nordeste, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba e Bahia já adotaram medidas restritivas mais rígidas para tentar conter o espalhamento do vírus.

Em Pernambuco, as únicas restrições ativas são a proibição de som (mecânico ou ao vivo) e de eventos. A fiscalização, contudo, mesmo tendo sido intensificada, ainda deixa a desejar.

Embora tenha ameaçado proibir o acesso a praias e parques, o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 no Estado julgou que houve melhora no comportamento da população e não levou a ação adiante. Mas basta uma volta rápida pela capital pernambucana para notar que a população segue fazendo as próprias regras.

“Na primeira onda, Pernambuco foi pioneiro nas medidas restritivas, mas, agora, a gente está nessa de abrir leitos como se fosse a solução. Não acredito que isso (restrição a festas e som) é suficiente, levando em consideração o risco da variante nova e de tudo que está acontecendo ao redor do País. Precisamos olhar sempre ao redor do País, ver outras regiões, como estão lidando, como está colapsando em outros locais e saber que a gente corre o risco de colapsar também. Acredito ser inevitável que a gente comece com medidas restritivas também”, pontua Ishigami.

Folha PE

Estátua de Reginaldo Rossi sofre vandalismo menos de 20 dias depois de ser inaugurada no Recife

Menos de 20 após sua inauguração, a estátua de Reginaldo Rossi, localizada no Pátio de Santa Cruz, no bairro da Boa Vista, no Centro do Recife, foi vítima de vandalismo, conforme mostram imagens deste domingo (21).

A escultura do cantor pernambucano, representada em uma mesa de bar, teve uma garrafa de cerveja de concreto vandalizada com tinta vermelha.

A homenagem ao Rei do Brega, falecido em 2013, aos 69 anos, de câncer de pulmão, foi inaugurada no dia 2 de fevereiro.

Nazaré da Mata suspende aulas presenciais devido ao aumento de casos da Covid-19

A Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco suspendeu aulas presenciais no município de Nazaré da Mata, na Zona da Mata Sul de Pernambuco. A medida preventiva se deu porque a cidade apresentou aumento no número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus na primeira quinzena de fevereiro.

A suspensão foi solicitada pela Gerência Regional de Educação (GRE) da Mata Norte como medida preventiva para conter o avanço de casos no município. Mas, de acordo com a secretaria, não houve registro de casos nas escolas estaduais da cidade, que iniciaram as aulas no último dia 4.

Com uma semana – de 23 a 26 deste mês – de suspensão do ensino híbrido, os mais de 500 estudantes das cinco escolas estaduais de Nazaré da Mata ficarão nesse período apenas com o ensino remoto.

A previsão é de que agora o ensino híbrido retorne no dia 1° de março.

Municipal

As escolas municipais, de ensino infantil e fundamental, não haviam retomado aulas no formato presencial. O modelo remoto segue sendo aplicado desde março de 2020 para estudantes da rede municipal.