Com o tema “Entre criança e saia um super-herói”, a campanha de vacinação contra a Covid-19 para crianças, entre 5 e 11 anos, tem início na próxima segunda-feira (17), em Caruaru. Para isso, os pais e responsáveis devem realizar o pré-cadastro no site Vacina Caruaru. A imunização acontecerá de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. Nos sábados, domingos e feriados, o horário será das 8h às 18h.

Seguindo a nota técnica do Ministro da Saúde (MS) de n° 02/22, a vacina pediátrica não deve ser administrada junto com outras do calendário de rotina. Por isso, foi criado um espaço exclusivo para a imunização desse público, que será em uma tenda lúdica e personalizada, localizada na Via Parque, em frente ao INSS.

De acordo com a secretária de Saúde de Caruaru, Barbara Florêncio, a vacinação do público em geral, que já acontecia no local, de segunda a sexta, das 17h às 20h, e nos sábados, domingos e feriados, das 8h às 16h, se concentrará em um outro ponto da Via Parque, na antiga Estação Ferroviária, com a mesma programação que é realizada atualmente.

Para vacinar os pequenos, os pais e responsáveis devem se dirigir ao local com o CPF, Cartão do SUS e caderneta de vacinação. Não será exigida prescrição médica. “Neste primeiro momento, serão imunizadas as crianças com doença neurológica crônica, autismo, síndrome de down, deficientes e imunossuprimidas. O agendamento estará disponível no site, www.vacina.caruaru.pe.gov.br”, explicou Barbara

A vacina pediátrica será aplicada em um intervalo de oito semanas, entre a 1ª dose (D1) e a 2ª (D2). O imunizante será Pfizer, em dose de 0,2ml.

A nota recomenda, ainda, que a vacinação deve ser adiada em crianças que apresentem doença febril aguda grave ou infeção aguda. A presença de uma infeção ligeira e/ou febre baixa não deve causar o adiamento da imunização.

Caso surja reação diferente das mais comuns, procurar um serviço de saúde mais próximo. Em relação à contraindicação, a nota orienta que o imunizante não deve ser administrado em crianças com hipersensibilidade ao princípio ativo ou a qualquer um dos excipientes da vacina.

Foto: Edmilson Tanaka

PUBLICIDADE