Fórum Nacional de Juízes de Violência Doméstica e Familiar será de 19 a 23 de outubro

Estão abertas as inscrições para XII Fórum Nacional de Juízes de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (Fonavid), que este ano, por conta da pandemia da Covid-19, vai ocorrer de forma virtual no período de 19 a 23 de outubro. Magistrados, servidores do Judiciário e o público em geral podem se inscrever e conferir a programação no site www.fonavid.com. Com o tema “Violência de Gênero e Covid-19: Desafios no enfrentamento de duas pandemias do século XXI”, serão realizadas palestras voltadas para o público em geral, e oficinas restritas aos magistrados e servidores dos tribunais. A programação das palestras vai abordar questões como o impacto da pandemia nos Direitos Humanos das Mulheres; Discriminações de Gênero, raça e etnia e seus reflexos na pandemia da covid-19; perspectivas na economia pós- pandemia e a mulher em situação de violência doméstica no mercado de trabalho, entre outras.O fórum, organizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), faz parte da 17ª e 18ª Semana da Justiça pela Paz em Casa. Além das palestras, abertas a todos os inscritos, haverá oficinas voltadas apenas aos magistrados e às equipes multidisciplinares do Judiciário todos os dias do evento. No primeiro dia do Fonavid, vai acontecer a reunião do Colégio de Coordenadores, oportunidade em que cada tribunal apresentará as ações desenvolvidas no período de isolamento social, e a presidente da Coordenadoria da Mulher do Estado de Pernambuco, desembargadora Daisy Andrade, e demais membros da sua equipe vão participar do encontro.A abertura do evento acontece na próxima segunda-feira (19/10), às 18h30, e vai contar com a participação do presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux. Na ocasião, ainda estarão presentes a conselheira do CNJ, Maria Cristiana Ziouva; da presidente do Fonavid, a magistrada Jacqueline Machado; da presidente do Colégio de Coordenadores da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Poder Judiciário Brasileiro (Cocevid), a desembargadora Salete Silva Sommariva; e da presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), Renata Gil.

Comments