Noite de São Pedro com forró tradicional, instrumental e muito pé de serra

Dia de São Pedro, frio na cidade e muito forró no pé. Foi assim mais uma noite de São João na Capital do Forró. Repleto com um mix das músicas da sua primeira fase de carreira e mix atuais, a primeira atração a subir no palco nesta quarta-feira (29), foi a banda Magnatas do Forró, que embalou hits da atualidade.

“É sempre um grande prazer fazer parte do maior São João do Mundo. A energia do público caruaruense além de contagiante é fundamental para nossa performance. A cada ano uma sensação diferente e melhor de estar aqui”, destacou a dupla de cantores.

Vindo na sequência foi a vez do Quinteto Violado, que trouxe para a noite uma grande sequência de músicas nordestinas com toques instrumentais, marca registrada de suas canções em toda carreira, como “Asa Branca”, “Roda de Ciranda”, “Pinga Fogo” e tantas outras.

“Nosso diferencial no instrumental só mostra o quanto o São João de Caruaru é multicultural, diversificado e que atende a todos os públicos, e isso é muito rico para todos os artistas”, pontuou em entrevista o Quinteto.

Entre a penúltima e última apresentação da noite, também subiu ao palco do São João do Reencontro, o DJ Kasck, que agitou o público presente com grandes hits da música eletrônica.

Fechando a última quarta de festejos na cidade, foi a vez do veterano Geraldinho Lins, que, com seu forró tradicional, levou várias casais ao chamego do forró de rostinho colado.

Sucessos como “Amor de Sertão”, “Xote da Saudade”, Amar Você é Tão Bom”, “Se Lembra Coração”, agitaram mais uma noite de baixas temperaturas na Capital do Agreste. “Caruaru já faz parte da minha carreira, da minha história e estar aqui por mais um ano é muito gratificante. Cantar em Caruaru é cantar para o mundo através do Maior e Melhor São João”, finalizou Geraldinho.

De acordo com a Fundação de Cultura, mais de 15 mil pessoas passaram pela noite de São Pedro na cidade.

Foto: Elvis Edson

PUBLICIDADE